CINCO DE FEVEREIRO É O DIA NACIONAL DA MAMOGRAFIA. | Clínica Janice Lamas

CINCO DE FEVEREIRO É O DIA NACIONAL DA MAMOGRAFIA.

Página Inicial/Clipe Saúde/CINCO DE FEVEREIRO É O DIA NACIONAL DA MAMOGRAFIA.

Transcrição LOC: CINCO DE FEVEREIRO É O DIA NACIONAL DA MAMOGRAFIA.

A DATA FOI CRIADA PARA SENSIBILIZAR MULHERES SOBRE A IMPORTÂNCIA DO EXAME PARA A DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA. LOC: A DOENÇA AINDA É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE MORTE ENTRE MULHERES NO BRASIL.

OUÇA OS DETALHES NESSA REPORTAGEM ESPECIAL DA REPÓRTER PAULA GROBA. TÉC

(Repórter) – Quando a gente pergunta no trabalho ou numa roda de amigos se alguém conhece ao menos uma mulher que teve câncer de mama, a resposta é quase sempre a mesma: eu conheço! Infelizmente, a doença ainda é uma das que mais atingem mulheres e uma das principais causas de morte no Brasil. A cada ano, segundo o Instituto Nacional do Câncer, são detectados 57 mil novos casos e 14 mil mortes em razão da doença. Quase sempre, as vítimas descobrem nódulos na mama fazendo o simples exame de toque. Foi o caso da empregada doméstica, Roseli Almeida, que descobriu a doença com 43 anos.

(ROSELI) Eu estava debaixo do chuveiro e fiz aquele exame, sabe? De Apalpar. Aí eu percebi que eu tinha um caroço.

(Repórter) Os exames foram rapidamente feitos, entre eles, a mamografia, exame radiológico para avaliação das mamas. Por ter detectado cedo o câncer, Roseli precisou retirar apenas uma parte de uma das mamas, sem a necessidade de mastectomia, cirurgia de remoção completa do seio. Foi num exame de rotina, que a servidora pública Aclair Alves de 59 anos, descobriu uma lesão em um dos seios. No início, até mesmo os médicos duvidaram que poderia ser um câncer que a fez extrair as duas mamas.

(ACLAIR) A mamografia deu uma lesão, aí a minha médica falou nossa não poderia ser porque eu tinha feito menos de seis meses eu tinha estado lá, feito todos os exames.

(Repórter) A médica radiologista, Janice Lamas, especialista em exames como a mamografia e a ressonância magnética, explica que o câncer de mama pode atingir mulheres de todas as idades e a prevenção, principalmente a partir dos 40 anos, é a melhor alternativa para evitar a doença

(DRA. JANICE LAMAS) O que eu vejo na minha clínica, mais de 40 anos fazendo mamografia vejo que o câncer de mama ele incide numa mesma frequência tanto acima, quanto abaixo de 50 anos. Eu recomendo às mulheres depois de 40 anos se possível fazer a mamografia anualmente. Se não for possível pelo menos de dois em dois anos até 50 anos. E acima de 50 anos, até 65 anos, anualmente.

(Repórter) No Sistema Único de Saúde, por Lei, o exame de mamografia é prescrito a mulheres acima de 40 anos, mas uma portaria do Ministério da Saúde, editada em 2014, estabelece prioridade para exames apenas em mulheres de 50 a 69 anos, fora do grupo de risco. A portaria já foi alvo de críticas do Conselho Federal de Medicina e no Senado, um projeto do senador Lasier Martins, do PDT do Rio Grande do Sul, quer sustar a norma. Para o senador, a portaria prejudica mulheres na faixa etária de 40 a 50 anos.

(LASIER) Deixou uma margem de mulheres muito grande sem essa proteção, esse benefício, obrigatoriedade com relação à mamografia. Principalmente aquelas mulheres menos aquinhoadas, mulheres da periferia, que não tem acesso ao exame mamográfico com médicos particulares, essas ficam muito desprotegidas.

(Repórter) Ainda em tratamento de quimioterapia e radioterapia, a contadora Socorro Cruxem, de 42 anos, luta contra a doença há cerca um ano. Ela deixa um recado às mulheres que estão adiando os exames de mama.

(SOCORRO) Não é fácil, não é.. sabe é muito puxado. Eu não queria que ninguém passasse por isso, sabe?

(Repórter) Estudos indicam que a mamografia regular pode reduzir em 30% o número de mortes por câncer de mama. A proposta do senador Lasier Martins está em análise na comissão de Constituição e Justiça. Da Rádio Senado, Paula Groba. PDS 377/2015

Copyright 2016 - Clínica Janice Lamas - Radiologia
PRÉ-AGENDE SEU EXAME