Densitometria óssea | Clínica Janice Lamas

Densitometria óssea

Página Inicial/Exames/Densitometria óssea

É um exame que mede a densidade mineral óssea e consegue detectar a presença de osteoporose e acompanhar a sua evolução. É simples, seguro, rápido e indolor. As regiões de maior interesse na obtenção das imagens para diagnóstico em adultos são o fêmur e a coluna vertebral.

A osteoporose pode se desenvolver de forma assintomática e atinge todo o corpo, enfraquecendo os ossos. Desta forma, fraturas podem ocorrer com maior facilidade. Detectar a doença em sua fase inicial é muito importante para evitar fraturas e suas consequências, como dor, deformidades na coluna, diminuição de altura e dificuldades para locomoção.

UM EXAME DIFERENCIADO PARA VOCÊ

Adicionado ao protocolo padrão de Densitometria óssea, que analisa o fêmur e a coluna, oferecemos dois gráficos importantes:



- Um para a análise da evolução (estabilidade) de massa óssea das região(ões) analisadas;

- E outro com análise de composição corporal estimada de gordura e percentual da massa magra.



As imagens da Densitometria óssea são analisadas pela médica especialista juntamente com os dados do questionário respondido pelo(a) paciente e comparadas com exames anteriores realizados na clínica, que constam no banco de dados.



De posse dos resultados, todas as informações, os achados são correlacionados para emissão do laudo.


Suas informações, histórico e imagens: tudo muito bem cuidado.
Armazenamos as informações, laudos e imagens em nosso banco de dados. Esta medida possibilita estudos comparativos, retrospectivos e futuros, garantindo assim melhores resultados.

Diretora Clínica

 

Dra. Mirley do Prado
Radiologista
CRM 7591-DF

Selo de Qualidade

Selo de qualidade em Densitometria Óssea emitido pela Abrasso - Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo.

Equipamentos

GE Modelo I DEXA e GE Modelo Prodigy Primo

- Coluna
- Fêmur
- Antebraço
- Corpo inteiro para avaliação de osteoporose
- Corpo inteiro ( Avaliação da Composição Corporal)

- Solicitamos que o paciente responda previamente o questionário, abaixo, informando todas as medicações utilizadas antes da realização do exame.

- Suspenda o cálcio 24h antes da realização do exame.

- Certifique-se de não ter realizado exames com uso de contraste ou de medicina nuclear nos dias que antecedem o exame;

- Os equipamentos de densitometria têm restrição de peso: iDexa (204kg) Prodigy (150kg) DPx (136kg) .

- Informe-nos se houver impossibilidade de permanecer deitado imóvel ou se possui artefatos não removíveis em seu corpo, como próteses e hastes metálicas.

- Evite comparecer ao exame usando roupas íntimas (calcinha/cueca) com artefatos metálicos, que interferem no resultado.



- Mulheres de 65 anos ou mais, independentemente da presença de fatores de risco

- Homens de 70 anos ou mais, independentemente da presença de fatores de risco

- Mulheres e Homens com hipogonadismo Ex: Anorexia nervosa, Amenorreia, etc.

- Uso prolongado de corticoides ou outros medicamentos indutores de perda óssea

- Condições Reumatológicas (Ex: Artrite reumatoide, Espondilite anquilosante e outras.)

- Doenças endócrinas (Ex: Hipertireoidismo e hiperparatireoidismo)

- Condições ortopédicas (Ex: Distrofia simpático reflexa, Imobilização prolongada, etc.)

- Síndromes disabsortivas. (Ex. Doenças inflamatórias intestinais, doença celáica, pós-gastrectomia.)

- Uso prolongado de substâncias ou medicamentos associados à perda de massa óssea ( anticonvulsivantes, anticoagulantes, hormônios tireoidianos, tabagismo, quimioterapicos, imunossupressores, alcoolismo.)

- Perda de estatura (> 2,5 cm)

- Menopausa precoce

- Índice de massa corpora baixo < 19.

- Mulheres interrompendo a terapia hormonal (TH).

- Mulheres na pós-menopausa.

- Na presença de fraturas de baixo trauma

- Em pacientes com osteoporose ou baixa massa óssea, para monitorar a resposta ao tratamento ou a evolução da doença.

Preencha seu questionário online e encaminhe para seu e-mail ou baixe o arquivo Versão Impressa



Questionário - Densitometria óssea

Caso responda positivamente a qualquer das perguntas deste box, você deverá ter cuidados especiais para o exame. Entre em contato com nossa central de atendimento.

Você deverá ter cuidados especiais para o exame. Entre em contato com nossa central de atendimento.
Neste caso, seu exame só deverá ser realizado após a completa eliminação do contraste ou radioisótopo. Entre em contato conosco para maiores esclarecimentos e agendamento.
Apenas para mulheres
CAPTCHA
Please wait...

O prazo de entrega é de 03 dias (úteis).

1.Qual o preparo e o tempo de duração do exame?
É importante que o (a) paciente preencha previamente o questionário online informando todas as medicações utilizadas; suspenda a suplementação de cálcio 24h antes do exame, não tenha realizado recentemente exames com contraste. O exame demanda de aproximadamente 15 minutos e deve ser agendado previamente. No dia marcado, chegar com 20 minutos de antecedência.

2.O que é o exame de densitometria óssea?
É um exame que mede a densidade mineral óssea, consegue detectar a presença de osteoporose e acompanhar a sua evolução.

3.Quem tem platina ou parafusos no fêmur ou na coluna, pode fazer densitometria óssea?
Sim, mas essa informação deve ser passada a técnica que realiza o exame para a escolha correta da região a ser avaliada.

4.Pode ser realizada em homem?
Sim.

5.Qual é a indicação principal para se realizar a Densitometria Óssea?
O exame de Densitometria Óssea é condição indispensável para o diagnóstico e tratamento da osteoporose.

6.Quais as partes mais afetadas pela osteoporose?
Todos os ossos são afetados, mas as partes mais importantes são: o colo do fêmur, coluna, a pelve e o punho. No exame de adultos são avaliados o fêmur e a coluna vertebral sempre que for possível. Sabe-se que hoje a densitometria óssea é o único método para um diagnóstico seguro da avaliação da massa óssea e conseguente predição do risco de fratura óssea.

7.O que é a Osteoporose?
Segundo a Organização Mundial de Saúde, OMS, a osteoporose é definida como doença caracterizada por baixa massa óssea e deterioração da microarquitetura do tecido ósseo.

8. Quando devo repetir o exame?
É recomendado, de início, realizar anualmente a densitometria óssea para que o médico acompanhe a evolução do paciente, mas este intervalo pode ser menor em situações onde esperamos acentuada perda óssea, como no uso de corticoides ou maior quando há uma estabilidade de massa óssea.

Assuntos relacionados

calcio

Alimente seus ossos

A osteoporose é uma doença pediátrica com consequências geriátricas.” A frase está em um documento recém-divulgado pela Federação Internacional de Osteoporose (IOF, na sigla em inglês) e reforça um conceito mais do que sedimentado pela ciência: o de que não dá para se preocupar com o esqueleto só na velhice.

Leia mais

Convênios

Confira os exames cobertos pelo
seu convênio sem sair de casa. 
SAIBA MAIS

 

Copyright 2016 - Clínica Janice Lamas - Radiologia
PRÉ-AGENDE SEU EXAME